,
FUGA

Motociclista foge da polícia e se esconde dentro de uma casa

Imagem meramente ilustrativa

Na segunda-feira, 07, por volta de 17h30min, policiais militares em rondas pela Rua Wilibaldo Arnoldo Hoffmann, centro de Canoinhas, avistaram a motocicleta Honda CG Titan, com o escapamento esportivo alterado, faltando equipamento obrigatório de proteção de calor, bem como a placa traseira parecia estar amassada e a motocicleta apresentava um ronco do motor como se estivesse com descarga livre.  

Diante dos fatos, a guarnição tentou efetuar a abordagem do motociclista e acionou o sinal luminoso, bem como deu toques na sirene, para que o condutor parasse, no entanto, o motociclista não obedeceu a ordem de parada e aumentou a velocidade da motocicleta, saindo da Rua Basílio Humenhuk, por uma viela de chão, em direção à Rua Willibaldo Hoffmann, momento em que o motociclista e o carona, olharam para trás e mais uma vez ignoraram a ordem de parada da guarnição policial.

Já na Rua Willibaldo Hoffmann, o condutor adentrou com a motocicleta por um portão de ferro pequeno, no pátio de uma residência e se escondeu nos fundos da casa.

Os policiais bateram na porta da casa afim de verificar se o morador estava presente, mas ninguém respondeu a guarnição. Foi realizada uma varredura ao redor da residência e em um acesso lateral, se deparou com dois homens. Um deles se identificou como proprietário da residência e relatou não ter visto nenhum motociclista adentrar o pátio, momento em que foi possível devido as circunstâncias, ligar a câmera policial, e informado ao mesmo que a ocorrência estava sendo filmada.

Dentro de uma sala, a guarnição avistou uma motocicleta e indagou os indivíduos sobre a propriedade da moto, que um dos homens informou ser sua.

A guarnição verificou a motocicleta e constatou que tratava-se da moto em que o condutor havia desobedecido a ordem de parada e se evadido, então o mesmo confessou que era ele que estava com a motocicleta e desobedeceu a ordem porque a moto estava alterada.

Posteriormente em seu relato, o homem disse não ter ouvido a ordem para que parasse. Diante dos fatos, foram lavrados os procedimentos de trânsito cabíveis e a motocicleta foi liberada mediante termo de recolhimento de documento de trânsito, no entanto, o documento não foi recolhido devido o proprietário não ter o documento físico.

Também foi lavrado em desfavor do homem, um Termo Circunstanciado por desobediência. Foi lavrado o termo de compromisso de comparecimento e depois que o homem assinou, se comprometendo a comparecer em juízo, e foi liberado.






CN Online -Lateral.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte