,
Pandemia

Governador confirma primeira morte por coronavírus em Santa Catarina

'Notícia triste: hoje perdemos o primeiro catarinense para o #Coronavirus', postou em seu Twitter

ADJORI
Foto: Mauricio Vieira
O governador Carlos Moisés lembrou que o novo decreto com medidas de isolamento social passou a vigorar nesta quarta-feira, 25,

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, utilizou sua conta no Twitter, às 23h59 desta quarta-feira, 25, para confirmar a primeira morte de paciente por coronavírus (Covid-19) no estado. Trata-se de um paciente de 86 anos da cidade de São José

"Notícia triste: hoje perdemos o primeiro catarinense para o #Coronavirus. Paciente masculino, de 86 anos, faleceu em #SãoJosé. Deus nos abençoe e proteja e console a família", confirmou Moisés. 

Horas antes, às 18h, ele havia confirmado 122 casos da doença no estado. Há pacientes com diagnóstico positivo para a doença Covid-19 em todas as regiões do estado. Balneário Arroio do Silva (1), Balneário Camboriú (7), Braço do Norte (9), Camboriú (2), Blumenau (9), Canelinha (1), Chapecó (2), Criciúma (11), Florianópolis (16), Gaspar (1), Gravatal (3), Içara (1), Imbituba (4), Itajaí (12), Jaguaruna (2), Jaraguá do Sul (2), Laguna (1), Lages (1), Joinville (5), Navegantes (3), Pomerode (1), Porto Belo (2), Rancho Queimado (2), São José (5), São Ludgero (1), São Pedro de Alcântara (1), Tijucas (1) e Tubarão (8) tem casos. As suspeitas estão em 325. 

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, afirmou que, com os 122 casos confirmados, já há uma base de dados mais consistente para análise. Segundo ele, os pacientes com a Covid-19 em Santa Catarina até o momento são 53% mulheres e 47% homens. "Isso nos permite fazer uma análise mais apurada. Já temos a estratificação de gênero e, em breve, faremos também da idade. Assim como em outros países, temos a faixa etária dos idosos como a mais acometida, mas não somente eles que são infectados. Faremos ainda a estratificação por regiões do Estado, para fazer um mapa de calor. Todas as análises para efeito de epidemiologia estão sendo realizadas para que nós possamos planejar as ações que precisam ser adotadas a curto, médio e longo prazo", afirmou Zeferino. 

O governador Carlos Moisés lembrou que o novo decreto com medidas de isolamento social passou a vigorar nesta quarta-feira, 25, e tem validade de sete dias. Segundo ele, as restrições são necessárias para evitar um colapso futuro. "Nós entendemos que já temos resultados positivos para essa nossa ação, que é de mitigar o desenvolvimento dessa curva de contágio em massa. Queremos evitar que o colapso se instale no sistema de saúde, tanto público quanto privado, e isso nos impeça de atender as pessoas. A nossa decisão tem sido embasada em conceitos técnicos e que nós temos acompanhado no restante do mundo", afirmou Carlos Moisés. 

MUDANÇA DE CRITÉRIOS

A partir desta quarta-feira, o governador informou que houve uma mudança nos critérios de monitoramento, com os casos passando a ser contabilizados pelo município de residência do paciente e não mais pelo de notificação. Com a nova metodologia, no total, são 28 municípios catarinenses com casos confirmados até o momento, além de cinco casos de residentes em outros estados e três em outros países.





CN Online -Lateral.jpg


correiodonorte


site cópia não autorizada.png

teste 6.jpg

JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte