,
EDUCAÇÃO

Ideb indica evolução no ensino dos anos iniciais

05 Setembro 2018 14:53:00

Anos finais do ensino fundamental e ensino médio, no entanto, ainda são desafio

PLANALTO NORTE
Foto: Divulgação
Grupo Escolar Dalmo Edson Sfair, de Irineópolis

A maioria dos municípios do Planalto Norte catarinense superou as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017, mostrando melhora na qualidade de ensino nos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano). No entanto, os anos finais do ensino fundamental e, principalmente, o ensino médio, ainda são desafio nacional e não é diferente na região.

O Ideb foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador (que vai de 0 a 10), os resultados de dois conceitos: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações, que permitem traçar metas de qualidade educacional e também servem de condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É divulgado a cada dois anos pelo Ministério da Educação e o último resultado, referente a 2017, foi publicado esta semana.

Anos iniciais

Nos anos iniciais do ensino fundamental, a meta brasileira (5.5) foi cumprida, atingindo nota 5.8. Santa Catarina, mais especificamente, atingiu 6.5, enquanto o esperado era 6.0. Já entre as cidades de Canoinhas e região, apenas Três Barras não atingiu a meta municipal nesta etapa, de 5.5, ficando um décimo a menos.

O destaque na região foi Irineópolis, que nesta etapa obteve média 7.6 para uma meta 5.9, o terceiro melhor resultado em Santa Catarina. A média mais alta foi registrada no Grupo Escolar Dalmo Edson Sfair (que obteve 7.7). A secretária de Educação, Lillian Batschauer Ferreira, comemora. "O resultado aponta que estamos no caminho certo. Continuar o processo de gestão visando resultados é a meta de toda comunidade escolar", comenta a secretária, que também destaca a participação das famílias no dia a dia das escolas, a dedicação de todos os funcionários e o apoio da administração, desde a infraestrutura até a valorização dos profissionais.

Anos finais

Entre os anos finais do ensino fundamental (8º e 9º ano), os índices são menores. A meta nacional de 5.0 não foi alcançada e a média foi de 4.7. Santa Catarina também não alcançou o esperado (5.7) e ficou com média 5.2. As cidades da região também seguiram esse resultado. A nota mais alta na região foi de Canoinhas, com 5.3, apesar de não ter alcançado a meta 5.5. Três Barras também ficou ruim nesse cenário, com nota 4.1 para uma meta 4.8.

Ensino médio

O ensino médio segue sendo a etapa mais crítica, com a meta descumprida em todos os estados. O esperado para o país era 4.7, mas média chegou a 3.8, evoluindo apenas um décimo em relação ao índice anterior. Santa Catarina, por sua vez, chegou ao índice 4.1, bem longe da meta 5.2. Na região, embora nem todos os municípios ainda tenham os resultados divulgados nesta etapa, indica-se a tendência nacional. Canoinhas, por exemplo, obteve média 3.0.



correiodonorte





site cópia não autorizada.png

JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9659-4455

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte