,
HOMENAGEM

Um poema ao Sagrado

Laura Tiemann, Adriana Correa Yamasaki e Thereza Zm Zattar
Foto: Fátima Santos

O Sagrado é marrom como uma extensa terra - fresca - fértil que abriga a semente da criança e a fortalecerá para dar frutos quando crescer. Se for para colher - temos que esperar - há o tempo certo - temos que cultivar essa semente com bons princípios e excelente formação para colhê-la já preparada e boa que será lançada no solo da vida - gerando no futuro excelentes frutos. Com essas crianças 'sementes' deveremos ter paciência e muito amor - deveremos embasar e fortificar a sua cultura - a sua fé e o seu 'saber' para saber lidar ou se não for possível - saber a quem se pedir por socorro com as advertências, ocorrências, tormentas emocionais, tempestades de identidade, temporais de chances, inundações de sentimentos evasivos, nevascas de opressão, secas de liberdade, tufões de dificuldades, vendavais de perdas, enfim obstáculos da vida, mas com a certeza de que quem é mais preparado - sofra menos e até tire 'de letra' às resoluções dos problemas. É preciso esperar - aceitar o ciclo da vida - deixar em cada etapa de sua vida ensinamentos significativos - de esperança - de incentivo à vida e suas realizações. O Sagrado se importa com a criança numa dimensão de quem cultiva uma planta muito rara - aponta caminhos, mas deixa que a criança caminhe com seus próprios pés. Se for para semear ou acrescentar algo junto a essas sementes crianças, então que seja 'o adubo' vindo junto de sua essência e apenas esquecido pelo tempo - para produzirem milhões de sorrisos, gestos de solidariedade, amizades verdadeiras, gente que prospere - e que tenham e valorizem 'a família', sementes preparadas para lidar com a cruz que se tem para carregar, com o gigante para derrubar, para com o mar vermelho atravessar, para matar o leão, mas saber que esses percalços terrenos - teremos Deus ao nosso lado - dando a vitória nas batalhas e oferecendo a quem dele procurar- sua força - proteção - governo e cuidados. 

No Sagrado há degraus que levam ao saber, tijolos maciços de conhecimentos, cimento de responsabilidade e acabamento de comprometimento. A paz é bordada pelo branco em sua pintura (que contorna a escola) e almejada pela união de todos (uma linha que abraça o estabelecimento). Há cantos e lugares que só pertencem aos alunos que por ali passaram - quando que por algo ou algum motivo alguém ir à procura de lembranças - muitas coisas estarão escritas, assim como nos coloca Laura - ex aluna do Sagrado: "Quando você abrir esse Baú de lembranças saberá com certeza que nós vivemos a verdadeira felicidade e a magia do existir. Vivemos uma vida onde a inocência e a paz reinava em nossas almas. E nesse cotidiano pacífico, na suavidade momentânea da vida, na solidez frágil daquelas 'paredes', encontramos a felicidade por fazermos parte da sua história. Ah... as paredes e por que não falar delas? Aquelas paredes impenetráveis como rocha... Suportou nossas lágrimas de alegrias e tristezas... Nossas tristezas, muitas vezes por não sabermos as lições... Nossas alegrias, por passarmos de ano ou qualquer outra que nos deixasse feliz... Suportou as batidas no seu coração, em forma da brincadeira 'a contagem até 31 - pic esconde', ou de raiva... Enfim, estávamos sempre lhe passando as mãos, pois sentíamos confortados com isso... E nessa evolução contemplativa do cotidiano das "MANHÃS" das nossas vidas, ela ouvia todos os nossos gritos ensurdecedores. Mas no silêncio da sua alma nos acalentava. Sempre lá... intacta, imponente, gigante diante de nós, seres minúsculos. E sentíamos protegidos. Pois, com sua encantadora e incansável rigidez, permaneceu em nossos corações durante toda nossa vida, tornando-se assim, nossa eterna e fiel amiga confidente" (Laura Tiemann). No Sagrado há também janelas de oportunidades... "Quantas histórias guardam esses paredões... Quantos horizontes essas janelas já abriram dando asas a sonhos em busca da realidade. Sagrado és tu imponente colégio, pulsando vivo na educação, na vida de tantos que te eternizam em suas lembranças vivas no santuário do coração" (Adriana Correa Yamasaki) ... No Sagrado há portas para prosperar, o chão para alicerçar o embasamento teórico e a fé que é repassada interdisciplinariamente, pois se mostra o valor de cada coisa existente no mundo - na criação de Deus, então, nesse contexto, a criança aprende que quando o mundo fecha uma porta - o Sagrado ensina que há uma janela para ser ultrapassada - aproveitando assim a oportunidade. Quando o mundo fecha as portas e as janelas, o Sagrado vem com embasamento de conhecimentos e ensina como derrubar as paredes e abrir as janelas, pois quando se educa a criança não é necessário punir os adultos. O SAGRADO É BONITO SEJA DO ÂNGULO QUE FOR " [...] cada ângulo guarda um pedacinho de nós. ...a gente viveu... cresceu. ...brincou. ..chorou...amou e foi feliz dentro destas paredes ....por isso tanto amor por este prédio. ....ele é tão especial para cada um que ultrapassou estes muros...." (Thereza Zm Zattar)

Pelo Sagrado se fortalece, se prepara, se inclui, se responsabiliza, se respeita - na vida, pela vida, a vida - conforme o objetivo geral proposto juntamente com o currículo no PPP da escola. Os (as) professores (as) sempre foram e são referências profissionais para inspirarem a sequência do trabalho - para encorajar os alunos a expor suas ideias e críticas; adaptam a linguagem ao contexto específico da sala - como mestres magnânimos reconhecedores no dia a dia das diferenças entre o que foi ensinado e o que foi efetivamente aprendido. Os (as) professores (as) entendem a necessidade de trocar a pressão pela segurança, a melancolia pelo bom humor e a mesmice pela irreverência - reconhecem e aprendem com os alunos lições e condutas magníficas. Os mestres do Sagrado têm paixão para que as aulas sejam ministradas com a alma de um genuíno mestre da educação - inflamam os aprendizes para que eles acreditem fielmente em seus dotes e aptidões intrínsecas. Há os alunos que diante da vida ficaram aptos, outros conseguiram êxito, muitos outros se tornaram pessoas da paz e do bem e tem milhares que conseguiram ser tudo isso junto - de maneira extraordinária. O Sagrado ajuda a preparar as crianças para serem cidadãs conscientes, pacíficas, do bem e trabalhadeiras, porque não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adultos inconsequentes - que inviabilizam o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. Tem como não amar essa escola? Gratidão a esta Escola tão grandiosa e tão enobrecedora.







CN Online -Lateral.jpg





site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte