,
TAÇA LELEI WALEGURSKI

Escolinha de Futebol JEC incentiva crianças e adolescentes a pratica de esportes, educação e cidadania

Esporte, Educação, Lazer, Qualidade de Vida e Cidadania são valores repassados em projeto no Bairro Campo D'Água Verde

Bruna Werle

Com o objetivo de resgatar a cidadania por meio do esporte, bem como a qualidade de vida e respeito ao meio ambiente, a Escolinha do Juvenil Esporte Clube (JEC) é um projeto de caráter filantrópico, sem fins lucrativos que atua desde 2013 no Bairro Campo D'Água Verde, em Canoinhas, atendendo todo o Planalto Norte Catarinense.

A JEC foi criada para contribuir com o desenvolvimento local, propondo e respondendo a demanda apresentadas pelas crianças na comunidade. Sua missão é fomentar e executar ações com uma postura emancipatória, que promovam o desenvolvimento holístico da comunidade.

De iniciativa de Adinor da Silva e Vanderley Walegurski (in memorial), a escolinha atende em média de 40 alunos por ano, oferecendo oportunidades de prática esportiva sistemática para crianças e adolescentes, contribuindo para seu desenvolvimento social e físico, além de agir de forma preventiva em relação ao ingresso no mundo das drogas e do crime.

Segundo Silva, o Bairro Campo da Água Verde carece de ações nas áreas de esporte, cultura e lazer, principalmente, atividades para crianças e adolescentes. "As atividades esportivas impulsionam eles para aquisição de disciplina, bons relacionamentos grupais, desenvolvimento de habilidades físicas e distanciamento da ociosidade que é uma das principais responsáveis pelo ingresso no mundo das drogas", ressalta o coordenador do projeto.

Por se tratar de uma atividade recreativa, durante todo o ano, além dos treinos, que acontecem uma vez por semana, são discutidos assuntos pertinentes a realidade enfrentada pelas crianças no dia a dia, como prevenção às drogas lícitas e ilícitas, violência, valorização da família, das amizades e rejeição. Além de palestras, que abordam temas relacionados à cidadania.

"Solicitamos boletins, verificamos as notas, conversamos individualmente e em grupo, incentivando o aluno a desenvolver-se intelectualmente, deixando claro que para se dar bem na vida não basta ser bom de bola", complementa Silva.

De acordo com o coordenador, a intenção do projeto é vincular a essas atividades, reforço escolar e a implantação de rodas de leitura. Além disso, para uma maior efetividade e um atendimento mais adequado a alta demanda, o projeto pretende a médio e longo prazo, realizar atividades três vezes por semana.

O projeto é desenvolvido com o trabalho voluntário dos profissionais e conta com a supervisão técnica do professor de Educação Física Eli Francisco Friedrich. No sábado, 29, às 8h30, no Ginásio Melquíades Pereira da Cruz, acontece a Taça Lelei Walegurski 2019.




CN Online -Lateral.jpg

correiodonorte


site cópia não autorizada.png

teste 6.jpg

JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte