,
SC 477

Uma Luz No Fim do Túnel

Governador Moisés assina licitação para a execução da recuperação da rodovia

Paulo Ricardo Ferreira
Foto: Divulgação

Governador Carlos Moisés recebeu prefeitos da AMPLANORTE - Associação dos Municípios do Planalto Norte Catarinense na última segunda-feira, 26. A região, quase como um todo, comemorou anúncios de obras de infraestrutura. Para as nossas cidades, a mais relevante delas, a referente a SC 477. Na ocasião foi assinada a licitação para a execução do projeto para a realização da obra do trecho que liga Canoinhas à BR 116, em Papanduva.

 

Vai Demorar

Pouco depois da reunião, a assessoria de imprensa do município de Canoinhas disparou uma nota lembrando que a revitalização da SC 477, no entanto, ainda vai demorar. Isso porque o prefeito, quem teria passado a informação, considerou o tempo que será necessário para o trâmite de todo o processo.

 

O Projeto

A primeira fase, ao que parece, foi vencida. Esta é a alocação de recursos para contratação do projeto de viabilidade técnica, que foi licitada. A empresa vencedora deverá executar os estudos no trecho para definir a estrutura necessária e apresentar um plano de como executar a obra em si. A partir daí, tem-se uma estimativa de valor.

 

Fase 2

Com o projeto a Secretaria de Planejamento terá as informações para definir qual será a dotação necessária, qual tempo médio para execução de obras no padrão e de onde sairá o dinheiro para a realização.

 

Fase 3

Com a estimativa de valor definida (o custo deve ser bem alto) o Governo pode optar por recursos próprios (o que agilizaria muito essa fase); ou colocar a realização em um Pacote de Financiamentos. Nestes casos o governo condiciona a execução da revitalização da rodovia a um financiamento, que precisa ser autorizado na ALESC - Assembleia Legislativa -; captado pelo Governo do estado com a Agência de Fomento, ser autorizado pelo Tesouro Nacional (quando se tratar de dinheiro de origem internacional); para só então garantir o recurso em caixa e iniciar a licitação da obra em si.

 

Fase 4

A partir de licitada a obra, tudo tende a ser mais rápido. Com a empresa vencedora, elabora-se a ordem de serviço e se estabelece prazos para a conclusão.

 

Tudo Isso Garante Algo?

Não. Pode dar em nada. E chamo a atenção que o projeto de revitalização da Ponto Hercílio Luz na capital já foi licitado há décadas. Na época de seu anúncio foi motivo de comemoração e acabou se tornando um dos maiores descasos com o contribuinte catarinense. Mas é importante que se diga: Moisés merece um voto de confiança. Pelo andar da carruagem deve concluir as obras da ponte nesse ano. Se essa disposição em resolver esses imbróglios continuar, há bons motivos para acreditar que esse "flerte" com o Planalto Norte se torne um bom relacionamento.

 

Pra Encerrar

Tema recorrente de reportagens aqui no Correio do Norte, não é novidade para o leitor a situação calamitosa em que a rodovia SC477 se encontra. A necessidade de uma recuperação é urgente, sempre foi cobrada por este veículo de comunicação. O poder público estadual em débito com nossa região, em especial à Canoinhas e as cidades do nosso entorno. Neste momento, nos enchemos de esperança com a iniciativa da licitação do projeto, mas as devidas felicitações só virão quando, e se, essa obra (que nem nele está ainda) sair do papel. Pronto, falei.




correiodonorte





site cópia não autorizada.png

JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte