,

Tornado em Cuba deixa mortos e mais de 170 feridos

Três pessoas morreram, segundo o presidente Miguel Díaz-Canel, que percorreu as ruas de Havana para supervisionar trabalhos de resgate.

Foto: Foto: Adalberto Roque/ AFP
Poste caído por passagem de tornado é visto nesta segunda-feira (28) em rua do bairro de Luyano, em Havana

G1 - Santa Catarina

Um tornado que atingiu Cuba na noite de domingo (27) provocou a morte de três pessoas e deixou 172 feridos, informou o presidente Miguel Díaz-Canel. 

Imagens mostram os danos materiais causados: carros parcialmente submersos em inundações, destruídos pela queda de postes e árvores, lançados contra muros, varandas de edifícios que desabaram.

O Hospital Materno Infantil Filhas da Galícia estava sendo esvaziado por danos em suas instalações, segundo constatou um jornalista da agência France Presse em Havana. O soar das sirenes na cidade era constante, com bombeiros e ambulâncias, deslocando-se em trabalhos de resgate.

Repórteres da AFP observaram várias ruas do bairro Luyanó, no Município 10 de Octubre, em Havana, cheias de escombros. Outros bairros afetados na capital foram Santos Suárez, Vía Blanca e Chibás.

Em vários bairros, a energia já havia sido cortada antecipadamente por precaução, mas ia sendo reposta à medida que as condições melhoravam.

'Danos severos'

Díaz-Canel percorreu as ruas de Havana durante a madrugada desta segunda-feira (28) para supervisionar os trabalhos de resgate.

"Estamos percorrendo os locais afetados pelo fenômeno atmosférico de grande intensidade em Regla (município de Havana). Os danos são severos, até o momento lamentamos a perda de três vidas humanas e 172 feridos recebem atendimento. Várias brigadas trabalhando no restabelecimento", declarou o presidente no Twitter.







2.jpg

CN Online -Lateral.jpg


1.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte