,
Comunidade

Comunhão, testemunho e serviço....

Este é o lema da OASE que completa 50 anos de atuação em Canoinhas. Hoje o CN relembra a importância deste grupo para a sociedade

Elisandra Carraro
Foto: Fátima Santos
Aniversário de 50 anos da OASE

A OASE (Ordem Auxiliadora Das Senhoras Evangélicas), completa neste ano 120 anos de atuação no Brasil, e 50 anos de atuação em Canoinhas com o grupo Ruth. Para quem não conhece a OASE é a maior organização de mulheres na América Latina, e o primeiro grupo foi fundado em 1899 na cidade de Rio Claro - SP. Hoje são mais de 1.200 grupos espalhados pelo Brasil, destes 1.200, um deles, é aqui em Canoinhas, onde 50 mulheres se reúnem para promover cultura, lazer, diversão e sobretudo amor e solidariedade. 

Com o lema "Comunhão, testemunho e serviço, as 50 senhoras se reúnem todas as quartas-feiras, no salão da igreja Luterana de Canoinhas para promover atividades que impulsionam a comunidade. A OASE tem uma base religiosa advinda da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, mas atualmente participam do grupo mulheres de diversas religiões e classes, pois, o intuito é um só: a partilha e o amor.

As mulheres fazem trabalhos manuais como artesanato e diversos produtos alimentícios que são vendidos em eventos, como por exemplo, o tradicional "Café da Primavera", a arrecadação das vendas é revertida para instituições de caridade como APOCA, hospital da cidade, dentre outros, como o nome já diz, a OASE é uma ordem auxiliadora.

Abelhinhas da OASE

As voluntárias da ordem estão sempre dispostas a fazer o melhor ao próximo doando seu tempo, amor e dedicação nas atividades. Algumas delas têm a OASE como filosofia de vida, como é o caso de dona Erotides Padilha Woit, que há 40 anos participa do Grupo. "Meu marido sempre diz quando chega na quarta-feira, 'vai na OASE se não tem que levar você no P.A', para mim isso aqui é uma rotina de vida", afirmou Erotides. Ver de dá pra fazer um olho com foto dela. 

Ela acredita que o grupo precisa de renovação que novas mulheres também possam chegar para que tenham continuidade essas ações. Uma das veteranas do grupo é a dona Nair Schmalz Viertel, aposentada que desde a primeira reunião está atuando no grupo. "Para mim é como se fossem todas da minha família, minhas irmãs...Eu sou de Joinville e quando casei vim pra cá, então aqui foi o começo de tudo em Canoinhas para mim", conta Nair. 

Ivone Augusta Suckowe Soedbeer é atual presidente do grupo, ela leva forte o tema da 'Comunhão, testemunho e serviço do grupo'. 

"Nós somos comparadas a abelhinhas, por que elas trabalham, trabalham em equipe e nunca param de produzir o mel, de fazer o doce na vida das pessoas" completa Ivone. As reuniões acontecem todas as quartas, no salão da igreja Luterana de Canoinhas às 14h. Participe e venha somar nesta ação! 

Acompanhe também nossa reportagem em TV sobre o assunto.






2.jpg

CN Online -Lateral.jpg


1.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte