,
Vacina

Governadora acompanha chegada de mais 229,2 mil doses de vacina ao estado na madrugada desta sexta-feira

Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

A governadora Daniela Reinehr acompanhou a chegada em Santa Catarina de mais 229,2 mil doses de vacina contra a Covid-19. Depois de um dia de trabalho em Brasília, assim que chegou no aeroporto de Florianópolis, a governadora estendeu a agenda e fez questão de verificar o desembarque das caixas, já na madrugada desta sexta-feira, 16. A carga seguiu escoltada por policiais até o depósito de frios da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, em São José, de onde será distribuída para as regionais de saúde do estado ainda nesta manhã.

"O sentimento é de esperança e gratidão renovadas. Queremos vacinar nossa população o mais rápido possível", ressalta Daniela Reinehr. A governadora frisa ainda que as doses serão encaminhadas com o máximo de agilidade às regionais de saúde, no início da manhã desta sexta-feira, 16. "Toda a programação de envio das doses já está definida e o trabalho seguirá incansável para que a vacinação não pare", completa Daniela Reinehr.

Do total recebido, 141 mil doses são do laboratório Astrazeneca/Fiocruz e 88,2 mil do Sinovac/Butantan. Os imunizantes serão destinados à vacinação dos trabalhadores da saúde, idosos de 60 a 69 anos e profissionais das forças de segurança e salvamento. Com mais essa remessa, Santa Catarina soma um total de 1.701.940 doses recebidas.

Assim que as vacinas chegaram à Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), em São José, a equipe realizou a conferência e organizou a logística de distribuição para as 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) das Regionais de Saúde de Santa Catarina.

A secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, esteve em audiência com a governadora e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Brasília, buscando garantir mais vacinas para a população. "Todo o esforço está sendo feito para que o maior número de catarinenses receba as doses necessárias para a proteção contra a Covid-19. Estamos buscando ampliar a vacinação dos grupos prioritários e orientando todos os municípios que é extremamente necessário realizar a busca ativa das pessoas que não compareceram para o recebimento da segunda dose", afirma a secretária.

Além disso, a secretária reforça que os cuidados de prevenção à Covid-19 devem ser contínuos por toda população para redução da transmissão do coronavírus. Entre as principais medidas de precaução estão: uso de máscaras, higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool gel 70% e distanciamento social.

Distribuição das doses começa na manhã desta sexta, 16

A distribuição das doses começa na manhã desta sexta-feira, 16, com o envio via terrestre das vacinas para as centrais regionais da Grande Florianópolis, Joinville, Jaraguá do Sul, Mafra, Tubarão, Criciúma, Araranguá, Blumenau, Itajaí, Rio do Sul, Lages, Videira e Joaçaba. As vacinas para as centrais regionais de Chapecó, Concórdia, São Miguel do Oeste e Xanxerê serão levadas pelo avião do Corpo de Bombeiros Militar também na manhã de sexta.

As 88,2 mil vacinas do laboratório Sinovac/Butantan vão ficar reservadas na Central Estadual da Rede de Frio e serão enviadas na próxima semana visando completar o esquema das doses encaminhadas aos municípios no dia 26 de março (116.200 doses).

As 141 mil doses do laboratório AstraZeneca/Fiocruz serão distribuídas integralmente e devem ser utilizadas como dose 1 (D1). Além destas, serão enviadas aos municípios, também para aplicação da dose 1, 16.810 doses da AstraZeneca/Fiocruz. Desta forma, será enviado um quantitativo total de 157.810 doses para atendimento dos idosos de 65 a 69 anos, de 60 a 64 anos, trabalhadores da saúde e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Confira aqui a tabela de distribuição de doses por municípios e as orientações da SES às Secretarias Municipais de Saúde sobre a continuidade da Campanha de Vacinação contra a Covid-19.

Santa Catarina aplicou 1.099.484 doses da vacina contra a Covid-19

Balanço Parcial de vacinação contra a Covid-19 divulgado na quarta, 14, aponta que o estado aplicou um total de 1.099.484 doses da vacina contra a Covid-19 na população dos grupos prioritários.

Importância da segunda dose para a imunização contra a Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina também divulgou balanço nesta quarta apontando que 45,5 mil pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, ainda não receberam a segunda dose dentro do intervalo recomendado, que é de, no máximo, 28 dias.

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) orienta às equipes regionais e municipais sobre a necessidade de manter o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) atualizado. Além disso, é necessário realizar a busca ativa das pessoas que não compareceram para o recebimento da segunda dose.

"As duas vacinas precisam de duas doses para uma proteção contra a doença. Por isso, é imprescindível que as pessoas que já receberam a primeira dose retornem para tomar a segunda dose e completem o esquema vacinal", esclarece o diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck.

Também é importante que a população já vacinada com a primeira dose fique atenta às datas para não perder o prazo. No caso da Coronavac, o intervalo entre as duas doses é de 21 a 28 dias. No caso da vacina Astrazeneca, é de três meses (12 semanas).






CN Online -Lateral.jpg





site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte