,
AGRONEGÓCIOS

Exportações catarinenses crescem 10,7% no primeiro semestre

Somente o município de Canoinhas movimentou aproximadamente US$ 8,5 milhões

Bruna Werle com informações do GOV/SC
Foto: Arquivo
As carnes de aves representam 24% das exportações catarinenses

Santa Catarina terminou o primeiro semestre deste ano com números positivos para o comércio exterior. Entre janeiro e junho, as exportações catarinenses cresceram 10,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto no Brasil houve um recuo de 3,5%. Em números absolutos, as vendas de Santa Catarina para o exterior somaram US$ 4,51 bilhões contra US$ 4,07 bilhões no primeiro semestre do ano passado. Em Canoinhas, mesmo com a queda de 65,5%, o município teve um saldo de pouco mais que R$ 2 milhões.

No acumulado do semestre, as carnes de aves representam 24% das exportações catarinenses, mais de três vezes acima da carne suína, com 8%, na segunda posição. Soja, com 7%, partes de motor, com 4,5% e motores elétricos, com 4,3% completam a lista. Em Canoinhas, o saldo de vendas para o exterior movimentou aproximadamente US$ 8,5 milhões, sendo que as caixas de madeira lideram o ranking com 28,6% do total.

A erva mate fica em segundo lugar com 26,9%. Embora no topo da lista, esses dois produtos não tiveram crescimento. Já a carne suína, teve crescimento de 12%, e atualmente representa 13% do total de participação, ficando em terceiro lugar dos mais exportados. Madeira compensada e fumo não manufaturado estão na quarta e quinta posição representando 9,5% e 9,3% dos produtos.

O secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gôuvea, comenta o destaque do agronegócio catarinense na pauta de exportações: "Isso prova da qualidade dos nossos produtos e da competência dos nossos produtores rurais, da iniciativa privada e do Governo do Estado. Santa Catarina é referência internacional pelo cuidado extremo com a sanidade animal, o que abre as portas de países muito competitivos e exigentes. A produção catarinense está ganhando cada vez mais espaço no mercado internacional."

O principal destino das exportações catarinenses no primeiro semestre foram os Estados Unidos, com 14,6%. Em seguida aparecem a China (13,9%), o Japão (5,1%), a Argentina (4,8%) e o México (3,6%). Além das exportações, as importações catarinenses também tiveram um aumento, de 8,9%, para um total de US$ 4 8,1 bilhões.

Em Canoinhas, as importações tiveram aumento de 11,4%, o que representa pouco mais de US$ 1 milhão. A indústria Têxtil e de confecções liderou com 82% dos produtos, em relação ao mesmo período do ano passado, sendo blusas de malha, sobretudo e capas masculinas, casacos e blusões femininos. Bens de capital e indústrias emergentes, representam 7%, e agropecuária 3,3%, e relação ao ano passado. Os dados são Observatório da Indústria da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).






2.jpg

CN Online -Lateral.jpg


1.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte