,

Faltam opções

Nem todos optam pela ?diversão sem compromisso?, como poderíamos chamar os passeios pelo calçadão

Jefferson Dubena

  É comum ao ser humano querer comparar tudo: o modo de se vestir das pessoas, o atendimento nos estabelecimentos comerciais, o filme com a novela, a sua idade com a das outras pessoas, enfim, nada escapa ao crivo do discernimento humano, que certas vezes chega a ser cruel. Nessa de comparar tudo e todos, podemos divagar linhas a fio, mas vamos nos ater a como os canoinhenses, por exemplo, gostam de comparar Canoinhas com outras cidades. Comparações essas em que, quase que por unanimidade, Canoinhas é depreciada. Justiça ou não, isso fica a critério de quem critica, e cada um tem lá seus motivos. No entanto, o que se constata é que vivemos em uma cidade restrita, em comparação a outras. Restrita a cultura, ao divertimento e às condições de cidadania.

Em termos de cultura, por exemplo, cadê? Dos poucos grupos folclóricos que existem na cidade, a maioria de suas apresentações se dá fora da cidade. Ótimo, estão divulgando nossa cultura lá fora, mas e em Canoinhas, alguém liga para isso? Na área de entretenimento, o que fazer? É muito comum, nos finais de semana, uma verdadeira multidão de jovens transitarem pelo calçadão, sem destino específico. Simplesmente por não ter nada para se fazer no final de semana, a maioria opta pelo programa, que parece ter virado mania. Será que se Canoinhas tivesse um cinema, pelo menos, esse número de pessoas no calçadão diminuiria? O que é mais preocupante é que nem todos optam pela ?diversão sem compromisso?, como poderíamos chamar os passeios pelo calçadão. Cresce de forma assustadora, em Canoinhas, o número de usuários de drogas. Não vamos estabelecer uma relação direta entre a falta de opções de entretenimento na cidade com o elevado número de usuários de drogas. No entanto, é certo que se combate o uso de drogas, oferecendo opções que remetam jovens, por exemplo, desse universo para outro. Para isso, faz-se necessário um amplo programa de investimento em esportes, cultura e treinamentos profissionais. Investir em educação é algo primordial para qualquer município, mas para livrarmos nossos jovens desse tipo de perigo, as ações vão muito além da educação, no seu aspecto formal. Engloba uma gama elevada de áreas, com especial ênfase na profissionalização. Mas esse é um amplo campo, capaz de suscitar discussões das mais arraigadas. O que se propõe aqui, é a tomada de consciência das autoridades e comerciantes de que Canoinhas, em relação a outros municípios precisa, urgentemente de opções e lazer, entretenimento, cultura e esporte. Eis aí um bom meio para os comerciantes ganharem dinheiro e os políticos pleitearem votos. 




1.jpg



2.jpg

CN Online -Lateral.jpg


1.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte