,

Depois da Enchente: Secretaria emite alerta para contaminação de doenças

A mais preocupante é a leptospirose, doença causada por bactéria presente na urina do rato

Secretaria Municipal de Saúde recomenda entrar na água apenas quando for necessário
Foto: MAYARA RIBEIRO DE LIMA

 Além dos prejuízos materiais, a enchente pode trazer sérios riscos à saúde. O alerta é maior para a contaminação e proliferação de doenças por causa do consumo de água contaminada ou o contato dela com a pele. O acúmulo de lixo favorece a proliferação de animais e insetos causadores de doenças, como ratos, baratas e mosquitos. Para evitar a ocorrência de surtos, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda entrar na água apenas quando for absolutamente necessário, proteger-se com calçados e bota, evitar acidentes, não utilizar alimentos ou medicamentos que tiveram contato com a água da enchente e não bebê-la, sob hipótese alguma.

A mais preocupante das doenças decorrentes da enchente é a leptospirose, doença causada por bactéria uma chamada leptospira, presente na urina do rato, e entra no corpo por meio da pele ou partes internas da boca e dos olhos. Essas bactérias estão nas águas contaminadas pela urina do rato.
Os sintomas mais frequentes são parecidos com os de doenças como a gripe e podem aparecer até 30 dias depois do contato com a enchente: febre, dor de cabeça, dor pelo corpo e na barriga da perna e vermelhidão nos olhos.
A orientação da Secretaria é usar água clorada ou fervida para beber, lavar alimentos e cultivar hortaliças. Os alimentos devem ficar fora do alcance dos animais, pois gatos e cães também podem causar a doença.
Além da leptospirose, a Secretaria alerta para os casos de diarreia e o perigo com mordidas de animais peçonhentos, como cobras e aranhas, ao retornar para casa depois da enchente.
 
O QUE FAZER
Se você teve de deixar a casa por causa da enchente, ao voltar, raspe toda a lama e o lixo do chão, das paredes, dos móveis e utensílios, considerando que a lama tem poder infectante, sempre se protegendo com luvas e botas de borracha ou sacos plásticos duplos nos braços e pernas. Retire todo o lixo da casa e do quintal e coloque para coleta pública.
Depois, lave o local e desinfete, diluindo um copo de 200 mililitros (ml) de água sanitária em um balde de 20 litros de água. Utensílios domésticos (panelas, copos, pratos e objetos lisos e laváveis) também devem ser lavados com água e sabão e desinfetados. Utilize uma solução com 200 ml de água sanitária em 800 ml de água limpa, equivalente a quatro copos. Deixe de molho por 1 hora e enxágue com água limpa.
Beba e utilize sempre água potável no preparo de alimentos. Ferva por pelo menos um minuto ou adicione duas gotas de água sanitária para cada litro de água. A orientação é não usar água de fontes naturais e poços depois da enchente, pois também estão contaminados.
 

Imagens






2.jpg

CN Online -Lateral.jpg


1.jpg




site cópia não autorizada.png


JORNAL CORREIO DO NORTE - Rua Três de Maio, 364, Centro, Canoinhas-SC - (47) 3622-1571 - Whats: 47 9 8865-7880

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio do Norte